top of page
  • Writer's pictureFair&Sale

Como escolher de qual feira criativa participar

Updated: Apr 19, 2023

Você, empreendedor criativo, artesão, está em busca de uma feira criativa para expor? Vem conferir essas dicas



Voilá: você tomou coragem e criou sua marca. Começou a vender geleia, roupas, quem sabe brownie ou canecas pintadas à mão. Fez um logo bonito, criou página no Instagram, está vendendo no WhatsApp pros amigos próximos mas percebeu que estagnou. Já explorou todo o seu "aquário" - que são as pessoas que fazem parte do seu círculo pessoal - e agora precisa atingir um novo público. Está na hora de participar de uma feira de economia criativa!

canecas pintadas à mão
Crédito: Casa Moodi na F&S por Monique Araújo

As feiras de economia criativa tomaram um novo contorno a partir de 2017. Diferente das feiras de artesanato ou "feiras hippie", elas são organizadas por um grupo ou empresa que faz a curadoria das marcas que vão participar; define uma cara para o evento e investe em identidade visual e marketing para atrair ainda mais clientes.



Só em São Paulo existem pelo menos 50 feiras de economia criativa, sobretudo nas regiões oeste e sul: Pinheiros, Vila Madalena, Vila Mariana, Santa Cecília e Moema. Para definir qual ou quais as feiras você deve participar, selecionamos 5 aspectos importantes, veja a seguir.




QUAL É O PERFIL DO PÚBLICO QUE FREQUENTA O EVENTO E ONDE ELA ESTÁ


Quem são as pessoas que frequentam o evento: homens, mulheres, qual poder aquisitivo (está de acordo com o valor que você cobra por seus produtos), quais são os desejos destes consumidores (tradicionais, alternativos...). São questões importantes que você pode pesquisar indo a uma edição do evento pessoalmente e pedindo mais informações aos organizadores. Além disso, considere o local: é uma região da cidade onde você consegue entregar seus produtos após o evento? É interesse expandir seu público naquele bairro? Os eventos tendem a atrair, em primeiro lugar, as pessoas que moram em volta, lembre-se disso e avalie se o perfil do público e a região são interessantes para você e o seu negócio.



QUAIS SÃO AS MARCAS QUE PARTICIPAM E O QUE ELAS DIZEM


Além de avaliar quem são as pessoas que frequentam e o que elas compram, é importante entender quais são as marcas que já expõem. Inclusive pela questão de estar associado a elas - afinal, participar de determinado evento pode ser um selo de aprovação, a entrada para um clube exclusivo que irá te dar chancela para ser escolhido por outros eventos similares e ser consumido pelo mesmo público destas marcas.


O oposto também funciona: participar de um evento com uma curadoria com marcas de qualidade inferior à sua também pode associá-lo a elas e trazer uma imagem negativa, distanciando do seu público-alvo.


Procure nos sites dos eventos, páginas no Facebook e Instagram a lista completa de marcas confirmadas e pesquise sobre elas nas redes sociais. Entenda se elas estão no mesmo nível ou atendem a um público parecido com o seu. Isso lhe dará pistas se o evento é adequado ou não para você.


Feito isso, que tal entrar em contato com algumas delas e saber o que acham daquele evento? O que você pode perguntar: "como você fez pra ser escolhido?", "como é a organização, eles são acessíveis, as informações são claras?", "você se sente bem participando?", "você tem bons resultados?", "como é o perfil do público que frequenta o evento?".


São perguntas importantes - que precisam de algum jogo de cintura para serem feitas, e não chegar só com elas na lata! - mas que criando uma conexão com o colega empreendedor é possível fazer uma troca muito rica!




COMO VOCÊ E A SUA MARCA SE ALINHAM - OU NÃO - AO PROPÓSITO DO EVENTO


Sabe aquele ditado: "juntar a fome com a vontade de comer?". Então, imagine só uma marca de moda sustentável que reaproveita tecidos da indústria para criar suas peças numa feira criativa cujo objeto principal é a economia circular - um termo que prevê que os recursos sejam usados e reutilizados. As chances da marca ser escolhida são muito maiores em relação a uma marca de moda que não tem o tema sustentabilidade entre os seus valores.


Você vende lanches deliciosos de pernil e quer entrar num evento para veganos? Não vai rolar. Por isso, aqui o conselho é: entenda o propósito, o perfil, o estilo do evento e avalie se a sua marca tem fit.


O contrário também vale: você quer ser associado ao propósito daquele evento? Se você tem uma marca de cerâmica 100% artesanal e preza pelo trabalho manual, uma feira criativa que inclui produtos industrializados e importados da China por exemplo pode não ser a sua melhor opção.


É claro que nem toda feira precisa estar alinhada profundamente ao seu propósito e que muitas vezes o objetivo é vender bem e lucrar - nada mais. Mas saiba que estar em sintonia com a curadoria do evento no que tange ao propósito aumenta e muito as suas chances de ser escolhido.



COMO FUNCIONA O PROCESSO DE CURADORIA E SELEÇÃO DAS MARCAS


Bom, você já pesquisou o público, a região, conversou com meia dúzia de marcas que expõem no evento. Decidiu que, sim, aquela feira criativa tem o perfil que você procura! Então é hora de saber como participar.


Procure no Instagram da feira e no site informações sobre "como ser expositor", "como fazer parte", "inscrição para expor" e termos similares. Cada evento pode ter a sua maneira de receber os pedidos de participação. Fique atento para seguir o protocolo e não correr o risco de não ser considerado.


Lembre-se: as feiras - principalmente as mais famosas - podem receber dezenas e até centenas de pedidos de participação. A postura pró-ativa de ir atrás das informações e seguir tudo à risca vai ajudá-lo a ter uma chance como expor.


Agora, mesmo que você cumpra os requisitos e não seja selecionado, pode bolar estratégias para aumentar suas chances de ser escolhido.



PARTICIPE PELO MENOS 3 VEZES PARA TIRAR CONCLUSÕES


Oba, deu certo! Você seguiu todos os passos até aqui, foi selecionado e expôs no evento que tanto queria. Como foi a primeira experiência? Abaixo ou acima das suas expectativas?


Se foi acima, ótimo! Siga novamente os passos de inscrição e faça o que puder para ser selecionado novamente. Agora, se as suas expectativas não foram atendidas, avalie participar mais uma ou duas vezes pare entender se foi algo momentâneo: aquele dia o movimento foi impactado pela condição do tempo, um jogo importante de futebol ou um evento próximo que acabou "roubando" público.


Caso você avalie que seja pertinente, considere participar três vezes até ter o veredicto final.


Saiba mais:


E agora é a sua vez de contar pra gente: o que você espera ao participar de uma feira criativa?




23 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page